O Perfume - uma série policial disponível na Netflix.

Roseane Mendes

O escritor alemão Patrick Suskind criou a obra O Perfume que foi adaptada para o cinema em 2007. No cinema a obra recebeu o nome de Perfume: a história de um assassino. A Netflix também fez sua versão seriada. Cada obra priorizou um ponto de vista original. Na literatura o foco é os assassinatos de estudantes por um perfumistas que possui um olfato super humano, esse assassino usa a essência dos corpos para criar um perfume perfeito. Já o cinema explora a trajetória do assassino em série desde o seu nascimento.

A série da Netflix se baseia no romance de Patrick Suskind, mas é uma adaptação livre. A série foca num grupo de investigadores liderados pela detetive Nadja Simon. Ela vive um caso com seu superior o que lhe causa muitas inseguranças no âmbito profissional e pessoal. Ela tem o desafio de encontrar o assassino da cantora Katharina Läufer. Os suspeitos são seus amigos e antigos colegas de colégio, um deles pode ser o seu assassino ou todos eles.

A série tem uma narrativa própria que faz com que mesmo que você tenha lido o livro e/ou visto o  filme se surpreenda com o desenvolvimento e o desfecho da temporada. As personagem são construídas de maneira muito complexa e não dá para anteceder muita coisa. O grupo de amigos são apresentados no presente e também por meio de flashbacks de suas adolescências. Todos eles tiveram uma adolescência bastante obscura. As personagens masculinas são bastante frias e violentas, elas são machistas e assediadoras. A violência é muito incômoda e para mostrar esses personagens tão repulsivos, a série opta por desenvolver com profundidade a personagem Elena. É essa personagem que por meio de suas vivências vai revelando a violência arraigada nesse grupo de amigos.

Contrapondo a violência masculina está a carência feminina. A busca por aceitação e ser amada de volta faz com essas personagens percam a dignidade. É uma espécie de vale tudo por um amor retribuído. De alguma forma todas as personagens carregam uma culpa. Essa série é bastante complexa, tem aqueles que dirão que é confusa. Mas, não acho confusa não. O enredo é muito bem desenvolvido e desfecho da primeira temporada está muito bem amarrado. 

Para alguns é uma série lenta, mas acho que ela possui o tempo necessário para que as personagens sejam bem desenvolvidas.  O Perfume não é uma série para ser maratonada, porque exige um grau de reflexão para ser melhor compreendida. Eu adorei!!!!!


Comentários