Sofá e pipoca: The King



Roseane Mendes


A minha dica de hoje é de um filme de 2005, eu já falei dele aqui no blog; no entanto; vale muito a pena relembrá-lo. Sinto que algumas obras muito boas acabam caindo no esquecimento. O filme em questão é um drama, não é aqueles filmes "levizinhos " que gosto muito. Porém, também gosto de bons dramas. O escolhido da vez é "The King", uma produção estado unidense. Atenção! Também tem uma obra coreana com o mesmo título

A sinopse é a seguinte: Gael Garcia Bernal interpreta o jovem recém saído da marinha americana, Elvis Valderez. O jovem procura o reconhecimento do seu pai biológico.Este personagem é bastante enigmático e possui um construção em camadas, na qual ele e nós vamos descobrindo ao longo da história. Elvis se perde entre a pertubação e a solidão.

O pai biológico de Elvis é um pastor evangélico conservador radical que quando sabe da sua existência o renega, numa tentativa de esconder seu passado e continuar com uma imagem de retidão, Davi diz que agora tem uma família e não pode arriscá-la. O pastor é também pai de Malerie, uma jovem de 16 anos com quem Elvis viverá um romance incestuoso. Mas, fica uma pergunta: Elvis se apaixonou verdadeiramente por Malerie ou ela é só um objeto de vingança contra o pai que o renegou?

Não sei se nessa pequena resenha vocês conseguiram perceber como os nomes das personagens são muito significativos e antecipa muito sobre elas. E adianto para vocês a cena final é fantástica e resume muito bem os sentimentos de Elvis. Dê uma chance!!!! Vale a pena.

Comentários