A quarentena marcará nossas vidas para sempre

Roseane Mendes

Estamos passando por um momento muito difícil, estamos preocupados com nossa saúde e principalmente com a saúde de nossos idosos. Estamos preocupados com a nossa economia já que muitos de nós durante este período não receberá nenhum centavo uma vez que ganhamos por dia trabalhado. E essas preocupações estão comprometendo a nossa saúde mental.

Não vou falar aqui da importância da quarentena, já que muitos veículos de comunicação ressalta todo o tempo isso. Não vou apelar para a consciência daqueles que não estão conseguindo entender a gravidade do que estamos vivendo, entre eles está o presidente do país. 

Vou falar do aprendizado que precisamos apreender com esse período tão duro que se prolongará muito além da pandemia do corona vírus. Precisamos mudar a nossa visão social. Essa pandemia veio nos mostrar da importância de pensar no coletivo. Enquanto houver pessoas pensando somente em si mesmas (sou jovem e saudável portanto o vírus não me matará) a saúde do mundo está risco.

Nunca se fez tão necessário um estado que esteja preparado para agir buscando o bem social. Não vamos conseguir passar por isso se não agirmos pensando no coletivo. A saúde pública e privada não estão preparadas e vai entrar em colapso. Não adiantará você poder pagar um plano de saúde ou poder pagar um hospital privado, o vírus contaminará um número tão grande de pessoas que sua bolha será estourada contra sua vontade.

A natureza veio nos  mostrar que não existe meritocracia, se não agirmos como ser social que somos e não assumirmos a coletividade e não buscarmos o bem de todos; de nada adiantarão nossos esforços individuais. Mais que nunca precisamos estar juntos, precisamos criar estratégias para quando essa pandemia passar podermos nos reerguer, todos nós.

Preciso terminar este texto pedindo para se aterem também a saúde mental, já temos muitas informações de como evitar a contaminação do COVID-19 e vamos colocá-las em prática. Mas, precisamos desligar um pouco. Procurar distrair, fazer coisas que nos traga otimismo. Por essa razão este será o único texto do blog que abordará a pandemia. Não é por falta de consciência, mas por ter consciência que outros veículos faz isso de maneira melhor e por isso vou continuar com as dicas de moda, beleza e televisão. Para aliviar vocês e aliviar a mim também enquanto escrevo.

Beijos (no momento só podem ser virtual mesmo) e até muito breve!!!!!

Comentários