A noite de Buenos Aires

Roseane Mendes

Em Buenos Aires as baladas começam tarde. E quando digo tarde, é tarde mesmo. Oficialmente elas começam a meia noite, porém o público chega de verdade a partir de 1 hora da manhã. Portanto, se você pretende aproveitar a noite portenha é preciso ter isso em mente. 

Uma observação que fiz sobre os restaurantes e que valem também para as baladas é que seus sites não são atualizados. Ou seja, no site constará que naquele dia é dia de rock, mas quando você chega lá é música eletrônica. 

Uma balada que é muito recomendada por turistas brasileiros nos blogs de viagem é a Asia de Cuba. Além de balada é também restaurante, mas muita atenção com algumas coisas que vou dizer agora. Essa cassa noturna até meia noite é um restaurante, mas depois vira um danceteria. As mesas são retiradas do centro da casa e esse se transforma em uma pista de dança. Então, a partir de 23:30 eles param de servir comidas nas mesas do centro. Existem mesas nas laterais da pista, mas essas precisam ser reservadas. Não tenha nenhuma esperança em chegar lá e conseguir mesas laterais sem reserva. A entrada é paga e custa por volta de 64 reais. O site não está atualizado, resultado: fui achando que ia tocar reggeaton e tocou música eletrônica (muita que eu não gosto nem um pouco).

A Asia de Cuba só começa ter público mesmo a partir de 1 horas da manhã, antes disso parecerá bem parada. Nem todas as bebidas que servem estão no menu, ou seja, eles servem muitos outros coquetéis além daqueles que te mostraram no cardápio. Se você não é um frequentador vai achar bem ruins as opções. Achei isso péssimo. Só descobri que tinha outras opções porque um argentino frequentador de lá me avisou que era só pedir outros que eles faziam. 

Outra dica que dou é não deixar para conhecer a balada nos últimos dias da sua viagem porque você estará cansada e não conseguirá acompanhar o ritmo que só fica bom mesmo a partir das 2h. Outra dica é não ir para as baladas de Puerto Madero. Sei que muitos blogs de viagens de brasileiros te aconselhará isso, mas acredite em mim: a região de Palermo é infinitamente melhor. 

Comentários