sexta-feira, 23 de junho de 2017

Todo mundo se veste diferente

Roseane Mendes

Faz um tempinho que não faço aqui a minha coluna de moda e estilo. E hoje eu queria falar com vocês o que eu penso sobre estilo. Muito do que vou dizer aqui é uma reflexão muito própria de parte do livro O livro negro do estilo  da Nina Garcia. Acho que essa seria a terceira vez que releio este livro, e óbvio, a cada  nova leitura um novo olhar e uma nova reflexão.


Ter estilo é algo muito difícil por alguns fatores como: temos um mercado de moda que tenta nos ditar o que vestir, temos medo de nos revelar para o mundo como nós somos e por isso optamos por seguir tendência e ficar parecidas com todo o resto, acreditamos que precisamos de dinheiro para ter estilo, entre outro inúmeros equívocos. 

Somos todos muito inseguros e cometemos o erro de ficar buscando a aprovação dos outros. E por essa razão acabamos por nos submeter a padrões considerados seguros e aceitos pela sociedade. Quando o assunto é moda, isso fica ainda mais claro e perceptível aos olhos. Parece que todos, sem exceção se veste igual, ou pelo menos de maneira muito parecida. Eu arrisco dizer que isso acontece porque estamos sempre nos colocando em zonas de conforto, e se eu me visto igual a maioria estou menos suscetível a crítica e ao "erro" na hora de me vestir. 

Todo mundo de veste diferente. Ou pelo menos assim deveria ser. Porque temos vivências diferentes, estilos diferentes, pensamentos diferentes. Na teoria isso deveria está impresso naquilo que vestimos. 

Porém, quem de nós não se sentiu inapropriada por estar vestida de saia e camisa de seda bem no estilo lady like em um ambiente onde o jeans e a T shirt predominam. Ou o inverso disso. Não estou falando de falhar no chamado dress code (código de vestimenta). Estou falando de ambiente, onde você só precisa ser você. 

Não há nada de errado em ser básica, mesmo quando a tendência do momento diz que é it ser exótica. Jeans e camiseta branca podem formar um visual deslumbrante, assim com o vestido evasê de seda se esse for seu estilo. 

Não deveríamos jamais nos vestir para agradar alguém que não fosse nós mesmos. E é por isso, que por diversas vezes nos perguntamos: Será que estou bem?  Quando na verdade a pergunta deveria ser: Eu me sinto bem?

Todos os dias somos bombardeadas com regras do tipo: se você é gordinha não vista isso, se você é baixinha não use aquilo... E por aí vai. Ter estilo não ser é ser moldado por uma série de regras, mas sim ser confiante o suficiente para desejar quebrá-las e assim fazer. Vocês devem estar cansadas de ouvi que moda e estilo são duas coisas diferentes. Por diversas vezes ouviram: A moda passa e o estilo permanece.

Deveria ser mais fácil encontrar gente estilosa, que fashionistas e its. Mas, sejamos sinceras. Não é isso acontece. Por que transformamos algo que deveria ser fácil, em uma coisa tão difícil? Por que a descoberta do nosso estilo deixou de ser divertida? Por que temos tanto medo de mostrar a nossa imagem para o mundo e nos escondemos em modismos?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fale conosco