segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Testei: Corretivo Diorskin star

Roseane Mendes

Hola, chicos e chicas! Hoje vou falar e mostrar para vocês as primeiras impressões que tive do corretivo Diorskin Star Concealer da Dior. Eu comprei a cor 002 beige, mas achei que ficou clara para mim. Porém, nada que inviabilize o uso é só usar a técnica do triângulo invertido que tudo transcorre muito bem.

Esse corretivo promete ser um bom iluminador que trabalha muito bem com os efeitos da luz. Além disso, promete neutralizar as olheira sem precisar de camadas e mais camadas. E o que mais me motivou a comprá-lo é que ele promete tratar as olheiras, ou seja, o seu uso diário pode aliviar (e não camuflar) os sinais cansaço. 

A embalagem é bem charmosa, o frasco é de plástico bem transparente que parece um vidro. Tem um aplicador parecido com os aplicadores de gloss e batons líquidos.



O que eu achei?

Fotinhas assustadoras para mostrar o produto. Estou sem nenhuma maquiagem de propósito e apliquei o corretivo somente nas pálpebras inferiores também propositalmente. Agora vamos a minha vergonha.

Ele tem apenas quatro cores disponível que, ao meu ver, para o mercado brasileiro é pouco devido a grande variedade de tons de pele temos. Porém, ele tem uma boa adaptação ao tom depois de aplicado. Isso é uma excelente característica. Tem uma boa cobertura de média a total, quando minhas olheiras estão severas a cobertura parece mais média. A cor 002 beige tem um fundo rosado, e minhas olheiras são arroxeadas. Talvez se fosse um fundo amarelado cobriria melhor, mas nada que uma segunda camada não resolva.

No quesito durabilidade achei que tem boa duração, visto que tenho pele oleosa e levo a mão ao rosto o tempo todo (Preciso parar com isso) durou umas 8 horas muito bem. Não transfere, característica muito importante para mim. Odeio sair carimbando tudo que toca o meu rosto. Como já passei dos trinta, outra característica de peso é o produto não acumular nas linhas de expressão. E também foi aprovado neste quesito. Apesar de ter uma cobertura de média a alta ele consegue ser translúcido, ou seja, podemos ver a nossa pele sob a cobertura o que dá a maquiagem um aspecto natural.
Apliquei somente uma camada e concentrada só na área da olheira. A diferença de textura da pele é porque estava sem qualquer outra maquiagem. 

A dica de aplicação da marca é: aplicar com o aplicador do produto e espalhar com os dedos com pequenas batidinhas.

Se observarem a cor é próxima a cor do dorso do meu nariz. Da para perceber pelo brilho da minha pele o quanto é oleosa e olha que estava devidamente limpa e hidratada. 
Prometa fazer uma pele completa com esse corretivo e vocês poderão analisar como ele se comporta na pele devidamente trabalhada.

O Diorskin Star concealer tem textura líquida bem densa, por isso consegue ter a cobertura de um corretivo cremoso com o acabamento de um corretivo líquido. Agora vamos a parte dolorosa: o preço. Comprei pelo site da Sephora por R189,00. Sim, cariños! É caro. Há outros corretivos muitos bons por preços melhores como os da M.A.C por exemplo. Por que eu comprei? Porque ele promete hidratar e tratar, além de camuflar. E aí, tratou? Só tem uma semana que estou usando, mas posso afirmar que senti a área mais hidratada sim. Mas, ainda não achei que minhas olheiras estão menos severas. Vivemos e veremos!

Não se esqueçam de responder nossa enquete sobre a escolha do seu corretivo.

Outras resenhas de corretivos:
Prolongwear M.A.C
Corretivo Duda Molinos
Corretivo Tracta

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fale conosco