sexta-feira, 3 de abril de 2015

Quando alguém te sufoca.

Roseane Mendes

Existem pessoas que sufocam as outras. Engana-se quem pensa que vou falar de relacionamentos amorosos. Não, falo de todo tipo de relação. Os sufocadores estão em toda parte: no trabalho, na escola, na casa ao lado; ou aí mesmo do seu lado neste mesmo instante. Essas pessoas te impedem de desenvolver, crescer e produzir. Elas são como aquelas plantas parasitas e danosas que crescem ali, junto as outras. São aparentemente inofensivas, mas estão sugando a seiva e as matando lentamente. São muitas vezes bonitas e coloridas e parecem adornar o lugar onde estão, quando na verdade estão empobrecendo-o e deixando-o improdutivo.

Elas não são suas inimigas declaradas e muito menos é aquela pessoa com quem você não se simpatiza. Elas podem ser alguém muito próximo, alguém por quem você nutri afeto. Sabe como elas te sufocam? Com críticas destrutivas, porém veladas.

Os sufocadores normalmente têm uma opinião muito bem formada sobre tudo, inclusive sobre você. De maneira sútil e amigável estão todo o tempo te dizendo que você está errado. E você, na maioria das vezes, acaba por acreditar nisso. Seu comportamento nunca é adequado e não importa qual seja este comportamento. Se você é expansivo, sutilmente te dirá que se expõe demais e com uma expressão de preocupação te dirá: “Você não deveria se expor tanto”. Se você é reservado, lá está a mesma preocupação: “Você deveria se abrir mais”. Será?

Não quero dizer que toda crítica ou conselho vá te sufocar. Os sufocadores, embora amigáveis, podem ser facilmente reconhecidos. Sabe como? Depois de apontar o seu defeito, eles certamente apontarão uma qualidade própria. Depois de: “Você não deveria se expor”, vem um “Eu não me exponho, porque acho isso coisa de gente insegura e eu sou muito seguro de mim”. Os sufocadores são assim, bonitos e coloridos. Mas, suas belezas e êxitos dependem da sua essência. Você precisa perder para eles ganharem.


Você não é tão bom quanto você acredita. Você está focado no objetivo errado. Você sorrir demais. Você reclama demais. Tudo isso, é o que eles te dizem. E vão te convencer de que você é realmente assim. Porém, o que realmente acontece é que você incomoda e muito. Como as plantas parasitas e daninhas, eles precisam de você. Precisam da sua vitalidade, portanto sempre estarão ao seu lado com palavras amigas e bons conselhos. No entanto, não cresça muito porque assim você fará sombra e destacará demais. 

Não se deixe sufocar, e muito menos se envenenar. Cresça e se desenvolva sem medo e como resposta a qualquer ameaça, sorria. Cultive  e alimente a força que só você tem e  vai encontrar outras forças tão positivas quanto a sua. Somos capazes de fazer com que os outros também se desenvolvam e enxerguem que podemos viver em simbiose, ou seja, de maneira harmônica e principalmente solidária. E nunca sufoque alguém, mesmo que seja como resposta. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fale conosco