quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Onde foi que eu errei?

Roseane Mendes

Oi, meninas! Este post é para falar de alguns erros muito frequentes, e que matam qualquer imagem. Muitas pessoas acham que para se vestir bem tem usar roupas caras e que são tendência (moda é diferente de tendência, a primeira é muito mais abrangente). E por essa razão relaxam demais e cometem erros que comprometem até sua vida profissional.

Roupas com alguns números a menos. Há um erro muito comum que é a falsa crença de que a roupa "atochada" faz parecer mais magra. Então, compram e vestem roupas que são alguns números menor do que o número que deveria vestir.
Além de não favorecer, também é bem desconfortável.  Essa moça aí, deve ter dificuldade até para abrir os braços.

Essa imagem aí, é muito recorrente nas ruas. Até há uma discussão, se esse tipo de erro não deforma definitivamente o corpo. Supostamente, de tanto comprimir, acaba por gerar flacos permanentes. Sei que quando engordamos temos uma resistência enorme em assumir que o manequim aumentou. Vá por mim, o problema não está no manequim 42; mas sim no 38 inadequado.

Decote no ambiente errado. Se tem algo que causa polêmica é o decote. Não me cabe dizer se é certo ou errado usar decote, mas é inadequado para o ambiente de trabalho. Não importa se o lugar onde você trabalho é informal ou descontraído, o decote não é bem vindo. Você tem todo o direito de sensualizar, mas não onde você trabalha. Algumas mulheres reagem mal quando criticadas quanto a sua inadequação ao decote, mas acredite não é inveja. Você certamente está comprometendo uma imagem que é coletiva: da sua empresa, da faculdade onde estuda...

 Ninguém critica a sensualidade, o que as pessoas muitas vezes criticam é a mal colocação dessa. A diferença entre o sexy e o vulgar está mais na forma em que são usados, do que nas roupas propriamente dita.

Roupas muito curtas. Eu adoro mini saia, mas não vou trabalhar vestida uma. Eu sei que você passa horas na academia e quer muito exibir o resultado de tanto esforço. O curto demais e/ou o justo demais  todo o tempo, acaba criando um rótulo. Até aí tudo bem, você pode dizer: "Não vou ser refém de rótulos". Mas, quando o assunto é a imagem profissional; lamento informar, devemos reconsiderar esses rótulos.

Vou me abster de comentar essas imagens.

A moça aí está com a barriguinha em dia e não haverá mal algum se este não for seu look de trabalho.

Legging sempre de cores escuras e com blusas que cobrem os quadris. Com blusa curta nem pensar, se a legging for branca então...

Beijos e até o próximo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fale conosco