quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Viagem a Cuba: Havana

Roseane Mendes


Oi, meninas!!!! Havana é uma cidade incrível, possui um arquitetura maravilhosa. Porém, da sinais de que precisa de uma restauração urgente. Em "Habana vieja" o centro turístico de Havana é possível vê de tudo. Museus de artes, museu do armamento (onde se encontra o acervo de armas pessoais de Fidel Castro), e muitos outros centros culturais.  Mas, tenho que admitir que passei por alguns aborrecimentos nesta cidade.


O primeiro aborrecimento foi o despreparo do atendimento, que começa desde o hotel. Diferentemente de Varadero, simpatia no atendimento era escassa. Aliás, a simpatia em Havana custa cara. Quando éramos abordadas com simpatia, sempre nos pediam algo em troca.


Se você procura por um clima colorido e múltiplo, Havana é o lugar. É perceptível a influencia européia na arquitetura, enquanto no arte vemos influência africana e porque não indígena.


No Museu de Armamentos podemos ver à Carabina usada por Che durante a Revolução Cubana, e outras armas da coleção pessoal de Fidel.


Andamos muito por "Habana vieja", muito mesmo. Então, coloque nos pés um tênis de caminhada. Eu usei uma sapatilha e os meus pés ficaram em carne viva. Mas, valeu muito a pena! Andaria tudo de novo e feriria os pés de novo.


Há muito que ser explorado em Havana. Sabe aquela história recorrente de que em Cuba não há nada para comprar, que falta tudo? Em havana isso não é verdade. O que acontece é que os nativos não conseguem consumir devido ao alto preço dos produtos, mas o turista consegue encontrar de tudo. Tudo mesmo, até algumas griffes como Puma e Ulric de Varens.


Sabe essa figura simpáticas como a dessa foto? Pois é, esse é um dos artifícios cubanos para ganhar dinheiro. Sim, você tira uma foto dessas figuras "simpáticas" e em seguida te pediram dinheiro. Ah! Na maioria das vezes não aceitam moedas. 

Tenho um caso interessante. Estava eu andando pelas ruas de Havana com minha câmera nas mãos, quando de repente sou abordada por um senhor cubano todo vestido em trajes típicos cubanos. Aparentemente, uma figura simpática como essa da foto acima. Então, ele me abordada dizendo: " Você tirou uma foto minha". "Terá que pagar 1CUC ". Sim, ele me cobrou 1 Cuc (pesos cubano) que vale mais ou menos 3 reais. Porém, eu não havia tirado foto nenhuma. Portanto, eu disse "Não, não tirei nenhuma foto". Mas, ele insistia e só desistiu depois que mostrei as fotos que tinha na minha câmera. 

Resumindo: Todo o momento aparecerá pessoas tentando ganhar alguma coisa dos turistas. Fica o conselho: Cuidado com a simpatia cubana, você pode ter que pagar por ela.

Bjinhos, até logo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fale conosco