quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Viagem a Cuba: Varadero

Roseane Mendes
Foto de arquivo pessoal


Oi, meninas! A cidade de Varadero é onde estão as melhores praias cubanas, banhadas por um mar simplesmente maravilhoso. Minha amiga e eu nos hospedamos em um hotel resort (all inlusive), aliás nesta cidade todos os hotéis são resort. Isso é um ponto muito positivo, já que Varadero é uma cidade basicamente turística. Por essa razão, tudo costuma ser muito caro. Mas os hotéis all incluves em Varadero quando comparados com os preços das diárias dos hotéis aqui no Brasil, vemos que vale muito a pena. É bem mais barato que uma diária de um hotel com café da manhã no nordeste brasileiro, por exemplo. O hotel em que nos hospedamos foi o Meliá Varadero, não tem absolutamente nada para reclamar. Ótimo atendimento, ótimo astral, bons restaurantes, comidas e bebidas ótimas. 

foto do arquivo pessoal

No Meliá Varadero as pessoas eram todo o tempo muito simpáticas, acho que o clima de praia, música e bebida deixam as pessoas desarmadas. Era fácil encontrar sorrisos de comprimento pelos corredores, sempre se escutava um "bom dia" ou "boa tarde" todo o tempo em todos idiomas; alguns que se quer conseguia identificar. Fui com uma amiga, e trouxe na bagagem alguns amigos de viagem que valeram muito a pena ter conhecido. O tempo que estive em Varadero foi como se houvesse tido uma mostra do paraíso. 

Foto do arquivo pessoal

Agora cuidado! O hotel oferece tantas opções, mas tantas opções, que corre o risco de você não sair dele. Mas, não faça isso. A cidade de Varadero tem muito mais a oferecer. Porém, se você perguntar na recepção o que tem para fazer na cidade ou como se faz para chegar ao centro da cidade. Vão lhe dizer que não há nada de interessante na cidade e dizer que é difícil chegar. Não é verdade. Há muito que conhecer em Varadero, e pegar um taxi é muito fácil estão todo o tempo próximos aos hotéis. Mas, preparem o bolso. Nada é barato. 

foto do arquivo pessoal

A noite de Varadero ferve, há shows nas ruas de graça e é aí que você tem a chance de ter contato com nativos. Existem algumas discotecas (eles ainda falam discotecas rsrsrsrs), mas nelas temos contato com outros turistas por razões econômicas. A entrada é muito cara para os nativos, para nós nem tanto, é o mesmo que pagamos em algumas baladas por aqui. É nos shows de rua que ouvimos música latina, nas boates (discotecas) ouvimos música americana e um pouco de música latina. Aaah! Ouvi muito Michel Teló, os cubanos adoram. Quando falamos que somos brasileiras, logo somos associados além do carnaval e futebol, a Neymar, Michel Teló, Gustavo Lima e novelas (lá está passando Avenida Brasil). 

Foto do arquivo pessoal

Para concluir, Varadero é uma espécie de mundo a parte em Cuba. Os quatro dias que passei lá, para mim foi pouco. Saí com a certeza de que havia muito mais para ser explorado. 

Bjim, até breve.

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Musa Cacheada - Aline Sima

Quarta-feira na área e, conforme prometido, tenho uma surpresinha para vocês. Pelo menos uma vez por mês teremos, aqui no blog, uma entrevista com alguma cacheada para servir de inspiração. Como cada uma de nós temos nosso jeitinho especial de cuidarmos dos nossos cachinhos e temos cabelos diferentes, vocês terão mais opções. Então, vamos conhecer essa minha amiga linda que está sempre com os cachos radiantes. Vocês vão perceber que nós duas temos cuidados bem distintos com os nossos cabelos e ela dá ótimas dicas. Aproveitem! 



Nome: Aline Michelle Sima
Idade: 29 anos 
Cidade: Belo Horizonte - MG

F: Sempre usou cabelos cacheados? 
Aline: Sim, sempre usei ele cacheado. O bom do cabelo cacheado é que se você quiser alisar ou para deixá-lo diferente é só fazer uma escova e pronto! Mas nem sempre eu faço escova, por dois motivos, meu cabelo é muito fino e facilmente a escova sai, no dia seguinte já sinto a raiz do cabelo enrolar. O segundo motivo é meu esposo prefere meus cachinhos, ele é o maior incentivador. Quando eu era criança queria que o cabelo fosse liso, queria alisar, mas minha mãe sempre dizia que isso iria acabar com meu cabelo, que iria ficar um "boi lambeu". Aí, fui mantendo os cachos, o que não é nada fácil sem investimento! Durante um bom tempo eu fiz relaxamento, depois passei a fazer progressiva para diminuir o volume, mas só para diminuir o volume, nada de esticar os fios! Acho que o grande problema das pessoas em aceitar os cachos e achar que eles não podem ter volume, que tem que ser aquele cacho esticado... mas para um cabelo cacheado saudável e bonito é justamente o contrário, ele tem que ter volume, não super volume, mas um volume na dose certa!

F: Quais os seus cuidados diários? Tem algum segredinho? 
Aline: O pior em se manter os cachos é o cuidado que tem que ter, lavo o cabelo todos os dias com shampoo, condicionador e também uso finalizadores. Os cachos amassam sempre na hora de dormir, aí, no dia seguinte sempre tenho que lavar. Muita gente acredita no mito de que lavar a cabeça todos os dias faz mal, se eu acreditasse nisso, sempre teria um bad hair day!
Acho que o grande segredo do cabelo cacheado é o corte, o profissional tem que saber cortar cabelos cacheados. Eu sempre via aquelas mulheres na tv com os cabelos cacheados repicados lindos, mas sempre que eu chegava num salão para cortar o cabelo, era desestimulada pelo profissional, sempre diziam que iria dar volume. Então na hora de cortar o cabelo, sempre tinham dó, aí não tem corte que fique bom!
Há um ano eu mantenho o corte com o mesmo profissional, aleluia!!! Foi difícil encontrar, viu?! Mas eu me arrisquei com ele por ver o cabelo da esposa dele, cachos ruivos lindos de morrer! Pensei, se ele corta bem o cabelo da esposa, vai saber cortar o meu! Até que um dia, após uma sessão de manthus, em um bad hair day, eu disse que queria cortar o cabelo e tcham! AMEI! Se alguém quiser se arriscar, este é o site do salão http://www.othomarlieri.com/.

F: Com qual frequência dá aquela hidratação power? 
Aline: Humm, sou um pouco preguiçosa para essas coisas de hidratação power, eu uso de 15 em 15 dias, durante o banho uma máscara e só.

F: Quais são os seus produtos favoritos?
Aline: São importados, infelizmente, no mercado nacional não tem produtos que finalizem meus cachos.
Shampoo, condicionador e máscara, os melhores são os da Sebastian - eu uso a linha Penetraitt. Essa linha você pode é encontrada em salões.
Finalizadores: eu uso o óleo Wella Professionals Enrich Hair Ends Elixir junto de um dos outros dois finalizadores,o Sebastian Potion 9 ou o Catwalk Curlesque Curls Rock Amplifier.
Todos são produtos que duram uma eternidade! Mesmo lavando o cabelo praticamente todos os dias da semana, os produtos duram aproximadamente seis meses, então vale o investimento.
Todos esses produtos dá pra comprar pelo http://www.beautybay.com/.

F: O que faz em um bad hair day?
Aline: Em um bad hair day eu prendo, mas só depois de seco, se prendo ele molhado o cabelo fica mais minguado ainda. Mas o detalhe é prender no alto da cabeça, pra dar um charme, cabelo preso perto da nuca não fica bom.

F: Tem alguma história engraçada envolvendo seus cachos? 
Aline: Bem, é mais ou menos engraçada. Fui a Curitiba, em junho deste ano, dei um passeio em uma feira de couro e malhas e lá tinha um grupo de pessoas de uma agência de modelos. De repente, uma moça chega perto de mim e diz que era de uma agência que estava recrutando pessoas, etc. Aí, eu disse pra ela que era de outro estado e ela disse que não tinha problema. Ela disse que tinha gostado de mim porque eu usava o cabelo natural. Até aí, tudo bem, dei meus dados. Quando ela perguntou minha idade e eu disse, ela ficou murchinha. Então, falei: " Eh, já passei da idade de ser modelo! Claro que meu telefone não tocou depois para um contato!

F: Para você, ser cacheada é...
Aline: Ser eu mesma, não existe Aline sem cachinhos! 




Pois é, pessoal, essa é a Aline! Espero que tenham gostado! Não deixem de comentar e até quarta que vem!

Tati

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Viagem a Cuba: O que levei na mala

Roseane Mendes

Oi, meninas! Vocês devem concordar comigo que fazer a mala pode ser um dilema. Imaginem como fiquei indecisa na hora de fazer a mala, foi a minha primeira viagem internacional e para Cuba. País o qual dizem que tudo é muito difícil e que falta de tudo. Mas sobre essa afirmação falarei em um post futuro. Então, pensei não pode faltar nada. E nada pode amassar porque me recuso em passar roupas em viagens, mesmo alguns hotéis disponibilizando ferro e tábua de passar. Então, segui a velha regrinha de colocar primeiro na mala os sapatos. Tempo de estadia: 3 dias em Varadero (Resort) e 3 dias em Havana (capital).

A mala

Os sapatos: chinelo, sandália rasteira, sapato de salto, sapatilha e tênis. A sapatilha foi nos pés. A restante coloquei em sacos individuais.

O sapato de salto e o tênis acabei não usando, mas é sempre bom tê-los na bagagem.
Depois foi a vez das necessaires. Em uma necessaire coloquei: um filtro solar para o corpo, outro para o rosto e outro para o cabelo. Em uma maior coloquei: shampoo, condicionador, hidratante para o corpo, outro para o rosto, creme para pentear, demaquilante, adstringente e escova de cabelos. Com exceção dos filtros solares, todo o restante foi posto em embalagem para viagem porque são menores. Os biquínis também foram colocados em uma necessaire, levei quatro biquínis para ficar três dias na praia. E por último uma necessaire com uma paleta com sombras e blushes, uma base, um corretivo e dois batons (um nude e um vermelho).  

Em uma outra necessaire coloquei escova de dentes, creme dental e pente e coloquei em bolso externo da mala. 

As roupas que levei foram: 4 camisetas de malha, 2 camisetinhas de seda, 4 camisas de seda (duas em tons de preto e branco,uma branca e uma azul), 1 bata, 3 saias ( uma de couro, outra de tecido nobre para a noite e uma mais levizinha, , 3 vestidos (dois mais arrumadinhos para noite e um floral para o dia), 3 shorts (um viscose estampado, um de tecido nobre e um jeans), 1 calça jeans, 2 saídas de praia, um cardigã, um casaquinho de alfaiataria e um pijama

Na hora de colocar na mala, primeiro coloquei as camisetas de malha em rolinho preenchendo os espaços vazios entre as necessaire o mesmo foi feito com o pijama. Depois, coloquei a calça jeans tentando deixar a superfície mais lisa possível.

Depois coloquei uma bolsa branco com detalhes preto e nos espaço vazio coloquei dois cintos (um preto e uma marrom). A calça jeans foi posta somente dobrada ao meio, com pernas para fora da mala.


Depois fui colocando a peças abertas, primeiros as que não amassam.


Sempre colocando as peças abertas e tentando deixar a superfície mais lisa possível. Depois que pus todas as que não amassavam, foi a vez das que amassam. Sempre abertas, ocupando toda a mala. O que passou eu dobrei, sempre na parte inferior da peça.

Depois de todas as peças guardadas, dobre a perna da calça jeans abraçando todas as peças com ela. Ainda no bolso interno da mala coloquei os acessórios. Levei: um lenço, um par de brincos, um óculos escuro, três colares (um prata, uma dourado, um preto). Porque levei poucos acessório? Na praia quase não uso acessórios e também para não perder.As vezes que viajei levando muitos acessórios, parte ficou para trás.

Importante.
Todos líquidos e cremes vão na mala. Esses produtos são proibidos na bagagem de mão.

Bagagem de mão.
Levei: celular, câmera fotográfica, uma agasalho, uma muda de roupa (vai que minha mala extraviasse), pente e batom.  Também foi nela que coloquei a minha documentação. Mas, há quem leve uma bolsa. 

Fui vestida com uma legging, camisa, sapatilha e um casaco (levei-o nos braços).

Bjim, até!

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Nas madeixas: Linha Acquaflora Sol, Mar e piscina

Roseane Mendes


Oi, meninas! Aqui está meu post de dica de beleza. Como havia dito no post anterior estive viajando, e querendo ou não a minha semana ficou concentrada nesta viagem. Então a dica de beleza é para proteger os cabelos dos efeitos do sol e do mar. 

Eu gosto muito da linha Acquaflora porque tem uma ótima qualidade e preços que cabem no bolso. Durante essa minha viagem fiquei muito tempo exposta ao sol e um tempo ao mar. Como meus cabelos são tingidos, essa exposição é muito danosa para os fios e principalmente para cor que oxida e fica avermelhada. Então, usei a linha Acquaflora Sol, Mar e piscina. Aliás, sempre que sei ficarei exposta a um desses três fatores apelo para a Acquaflora. 

Para lavar e condicionar os fios usei normalmente o shampoo e condicionado da linha Sol, Mar e Piscina.
Usei o creme para pentear, para resolver os nós que a água do mar dá nos fios.
E o fluido é usado durante a exposição ao sol e antes de entra na água do mar ou da piscina.
Estava esquecendo de dizer que essa linha tem como componente principal a água de coco por isso que é tão  hidratante. 
 Bejim.

Viagem a Cuba: Introdução

Roseane Mendes
foto arquivo pessoal

Oi, meninas! Andei um pouquinho sumida aqui do blog, com poucos post programados porque esta viajando. Essa foi minha primeira viagem internacional e o lugar escolhido foi Cuba. Tenho muita coisa para contar para vocês e dicas importantes para dar, principalmente para aquelas que pretendem fazer sua primeira viagem internacional em breve. 

Antes de partir fiz muitas pequisas, muitas mesmo, mas mesmo assim me faltaram informações importantes. Quando o destino é Cuba, acho que essas informações são ainda mais escassas. A viagem em geral foi maravilhosa, mas infelizmente tive alguns contra tempos e umas poucas chateações que não prejudicaram em nada a diversão. Porém, se eu tivesse um pouco mais de informações teria evitados alguns aborrecimentos. 
foto arquivo pessoal

Como o assunto rende muito, tentarei fazer postes diário, alternando com os postes que são comuns ao blog. Não vamos deixá-las sem as dicas e comentários de sempre, mas acreditamos que será de bom uso nossas dicas. As postagens relacionadas as viagem serão bem amplas com vários temas como:

1. Como fazer e o que levei na mala.
2. A cidade Varadero.
3. A cidade de Havana
4. Atendimentos em Cuba.
5. Agência de viagem, importante ou não viajar por uma agência.
6. Cuba turística # da Cuba real.
7. Alguns cuidados durante a viagem.
8. Contra tempos.
9. Mitos e verdades
10. Política social, entre outros.
foto arquivo pessoal

Portanto, acredito durar umas duas semanas essa postagens. Porém, como disse anteriormente alternaremos com outras postagens de temas variados.

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Vamos maquiar? Maquiagem Inspiração Yadhira Carrillo

Roseane Mendes


Oi, menina! Sentiram falta do Vamos maquiar sexta feira passada? Pois é, como estou viajando não deu tempo de fazer o tutorial de make na semana passada. Esta semana o tutorial será somente em vídeo. Me desculpe aquela que gostam de tutorial em imagens, mas desta vez não foi possível fazê-lo.

A maquiagem dessa semana é inspirada na atriz mexicana Yadhira Carrillo. Não sabe quem é leia este post aqui.

Vídeo.

http://www.youtube.com/watch?v=S19oxBKAH0w


quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Para os cachos durarem, creme neles!

Meu povo e minha pova! Quarta-feira e, conforme o prometido, vou falar um pouco sobre o processo de finalização do cabelo para que os cachos durem dois, três ou mais dias. Já vou me desculpando pelo post não ser tão elaborado como eu queria, mas é que estou doentinha esses dias e não queria deixar de contar meu "causo" de quarta. Então, vamos lá!

Primeiro, vou confessar que finalizava o cabelo errado e, por esse motivo, os cachinhos se desfaziam muito rápido e me dava um trabalhão para ajeitar os cabelos todos os dias. até que pesquisando na blogosfera, descobri que o grande segredo é a quantidade de creme. Fui testando até chegar no que vou contar pra vocês. Eu gostaria de salientar que estou contando o que está funcionando para o meu picumã. Pode ser que o resultado seja diferente no cabelo de outra.

1. Creme para pentear. Bom, meus cachinhos adoram um creme! Era aí que eu errava, eu ficava seguindo essas dicas de apenas uma moeda para não pesar e o cabelo ficava estranho. Essa dica de colocar o equivalente a uma moeda é ótima, só que para os cabelos lisos. Para mim, é praticamente uma moeda de cinco centavos pra cada mecha. Então, como faço? Após lavar e condicionar os cabelos, eu os divido em umas doze mechas e vou passando creme em cada uma, devagar e enluvando. Tenho usado dois tipos diferentes de cremes. Um mais baratinho da Seda e outro com pode hidratante um pouco maior da Amend. Na minha experiência, descobri que é melhor usar o mais potente nos dias que só lavo, sem fazer hidratação e outro nos dias de hidratação mais power. O motivo é que quando uso o creme da Amend nos dias de hidratação, os cabelos duram pouco, os cachos caem achando que são lisos.


2. Finalizadores. Após passar o creme em cada mecha, veio com um dos finalizadores. Costumo passar logo em seguida mesmo, antes de passar creme na outra mecha. Tenho usado esses dois produtos:
a) espuma modeladora Tresemmé. Foi indicação da minha amiga Joice e é mega power mesmo. Além de fazer com que os cachos durem, ela não resseca o cabelo. Costumo usá-la com o creme mais hidratante
B) Gel de linhaça. Essa maravilha  é uma das melhores receitas caseiras de já experimentei. Tem consistência de gel, hidrata e dá um brilho incrível. Pensar que é só uma xícara de àgua, uma colher de sopa de linhaça. Deixe ferver por  minutos, coe e voilá.

Depois de passar tudo, aperto os cabelos com uma camiseta velha ou toalha, dependendo da pressa, jogo o cabelo pra frente no maior estilo carla Perez na época do É O Tchan! E deixo secar naturalmente. Ele fica assim enquanto molhado.



Por hoje é isso. Semana que vem volto com uma surpresinha pra vocês e, em breve, faço uma resenha mais detalhada desses produtos.

Bjos

Tati

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Base Pro Longwear M.A.C

Roseane Mendes


Oi, meninas! Desta vez vou falar da minha experiência com a Pro Longwear da M.A.C. Esta base promete uma duração de até 15 horas em qualquer condição climática e ambiental. Diz ter uma textura leve a média e de textura cremosa. 

maquiagem feita com a base Pro Longwear M.A.C


Agora vamos a minha percepção. 
Item duração: Eu testei a base em um dia super quente, estava marcando 36º . A duração não foi como o prometido, porém ela não derreteu e nem acumulou como outras bases costumam fazer em dias tão quentes. Vale lembrar que eu tenho pele oleosa, ou seja, é um grande teste de resistencia sobreviver em uma pele oleosa em um dia tão quente. 
Item cremosidade: Na verdade ela é líquida, pode ser que tenha sido porque o dia estava um caldeirão mas ela estava líquida.
Item cobertura: achei a cobertura de média a alta, não achei ela nada leve. Porém, tem acabamento muito bom. Não tem acabamento mate, é acetinada. Se o que procura é controle de brilho esta não é a base, a Studio Fix atende melhor a este propósito. Mas, o acabamento acetinado é bem bonito.

Conclusão final: A minha base favorita continua sendo a Studio Fix, porém a Pro longwear tem uma qualidade muito boa que vale quanto custa. O preço é R$ 139. É cara? Sim. Mas, digamos que está ainda melhor quando comparada a outras bases. 

Repito mais uma vez, ao invés de investir em um arsenal de maquiagem de pouca qualidade. Invista em poucos, porém bons produtos. O sucesso da sua make depende muito da qualidade dos produtos.

Até Breve.

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Novidade capilar: AMEND REGENERAMAX

Roseane Mendes

Oi, meninas! Vocês são como eu, estão sempre buscando novidade capilares? Eu adoro ficar por dentro de produtinhos novos no mercado e de preferência com preços acessíveis. Conhecem os produtos da AMEND? É uma empresa nacional com loja virtual. Ou seja, muito fácil encontrar seus produtos por preços que cabem no nosso bolso.

Descobri um lançamento que fiquei bem curiosa. É um tratamento para cabelos danificados que promete recuperá-los já na primeira aplicação. O produto é este:

Amend lança Regeneramax Pro Complex  com tecnologia de Biomimetismo


Tratamento regenera os cabelos danificados e frágeis e deixa os fios 3x mais brilhantes
Cabelos quebrados, com pontas duplas e sem vitalidade acabam de ganhar uma nova linha de produtos com tecnologia de última geração: Amend Treatment Expertise Regeneramax Pro Complex, um poderoso sistema de tratamento cosmético inteligente para regeneração dos fios e prevenção pré-química, que reforça o cimento intracelular, melhora as condições do fio, aumentando sua elasticidade, resistência, brilho, maciez e maleabilidade natural.
Indicado para cabelos extremamente danificados e frágeis, o tratamentoRegeneramax Pro-complex repõe a proteína perdida dos fios, reduz a formação das pontas duplas, acrescenta instantaneamente três vezes o brilho do cabelo, protege a cor dos cabelos coloridos e aumenta a resistência do fio e previne contra danos futuros, especialmente quando a pessoa já tem planos de realizar processos  químicos. Os benefícios são garantidos pela fórmula que oferece a tecnologia do Biomimetismo, capaz de induzir a produção de uma nova superfície capilar semelhante à estrutura molecular natural do próprio cabelo, e repondo a proteína através de 11 aminoácidos.
"Os avanços da Cosmetologia e da Ciência têm sido aplicados ao tratamento capilar, que leva ao desenvolvimento de ativos que agem de forma similar aos ingredientes encontrados na fibra natural do cabelo”,explica Lucimar Brum, Gerente de Marketing da Amend.
Regeneramax Pro-complex será vendido apenas em kit, composto porShampoo Regenerador, que limpa o couro cabeludo, pelo Tratamento Regenerador, que recupera de forma gradativa o cabelo fragilizado e umLeave-in selante Pós-Regeneração, que alinha as cutículas, sela o fio, deixando os cabelos mais lisos, e prolonga a ação das proteínas e dos nutrientes. O kit é para uso semanal.
Conheça!
Amend Treatment Expertise Regeneramax Pro Complex Shampoo Regenerador -300ml
Limpa de forma efetiva o couro cabeludo, deixando os fios macios e sedosos. Através do Regeneramax Pro Complex inicia o processo de regeneração da fibra capilar, repondo nutrientes vitais ao equilíbrio do sistema capilar.

Amend Treatment Expertise Regeneramax Pro Complex Tratamento Regenerador – 300g
Recupera gradativamente o cabelo fragilizado. Proporcionando de forma inteligente o condicionamento, repondo nutrientes vitais ao equilíbrio do sistema capilar. Cabelo regenerado para receber seu futuro procedimento químico.

Amend Treatment Expertise Regeneramax Pro Complex Leave-in selante pós regeneração – 150 ml
Alinha as cutículas, selando o fio e prolongando a ação das proteínas e nutrientes adicionados a fórmula. Proporciona 3x mais brilho instantaneamente, alinhando e selando as escamas. Possui proteção térmica para evitar danos causados pela chapinha e/ou calor do secador.

Preço médio do kit: R$ 85,74

Vocês já conhecem? Atestam?

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Mitos e / ou verdades sobre os cabelos cacheados

Olá, todo mundo! Quarta-feira e estamos de volta para um capítulo da nossa novela. E hoje, vou dar uma de Caçadora de Mitos e tentar mostrar que não assim tão complicado cuidar dos cabelos cacheados / crespos. A gente ouve tanta coisa por aí e acaba desanimando. Abaixo, alguns desses mitos e/ou verdades: 

1. Cabelo com muito tempo de escova não dá cachos. 
Bom, cada cabelo tem suas particularidades e eu até acredito que para algumas pessoas isso seja até verdade, mas não aconteceu comigo. Eu sempre fiz relaxamento na raiz [quase um tabu assumir que faz relaxamento. Tem gente que tem mais vergonha de assumir que relaxa os cabelos do que de dançar na boquinha da garrafa no meio da praça em desfile de 7 de setembro.] e escova, então, eu posso estar com ele escovado que é só jogar água que TOIN! Alguns cabelos vão ter mais dificuldade para cachear, principalmente aqueles com escova progressiva que terão que passar por uma fase de transição. Em todos os casos, basta ter paciência e persistência. 

2. Para ter cabelos com cachos bonitos é preciso usar produtos caros. 
Já falei que sou prima-irmã do Tio Patinhas aqui e, embora eu ame meus cabelos, não fico gastando os tubos, não. Há produtos mais baratos por aí que funcionam. Aos poucos vou falando sobre produtos que uso ou que vejo o pessoal usando e vocês verão há produtinhos para todos os bolsos. E as receitas caseiras? Dona Frutis que me perdõe, mas adoro. Testo as receitas e me jogo! 

3. Cabelos cacheados precisam ser lavados todos os dias. 
É aí que o bicho pega! Esse é o principal motivo de muitas desistirem dos cachos, pois muitas dizem que não dá tempo lavar todos os dias ou que o cabelo não aguenta. Eu também pensava assim, pois não tenho tempo nem disposição para lavar os cabelos todo santo dia e meu picumã [é carinho, gente] não gosta de água tanto assim. Como ele não é oleoso, lavo duas vezes por semana, então, preciso de bons dias seguintes. Mas como conseguir? No começo era tenso, mas depois de muita pesquisa e ajuda de várias meninas de outros blogs por aí, descobri que o maior segredo é a finalização. O próximo post será dedicado a isso. Abaixo uma foto do meu cabelo no terceiro dia seguinte.



4. É preciso escovar os cabelos para fazer penteados de festa. 
Cuma?! Claro que vai depender do penteado, mas pensei comigo: quantas vezes vocês já viram pessoas fazendo babyliss e texturizando o cabelo antes de fazer o penteado? Nossa adorável Júlia Petit não me deixa mentir. Assim, por que alisar um cabelo que já está cacheado e texturizando? Não faz sentido e Nossa Senhora dos Cachinhos sente até frio na espinha! Agora, se você quiser um penteado de franja lisa, ou resolver fazer a Victoria Beckham na época das Spice Girls, escova neles! Já ouvi também que não é legal ir a festas com cabelo cacheado. Pode?! É tanta besteira... Vocês acreditam que já ouvi que pessoas com os cabelos volumosos tinham que prendê-los para ir a shows, senão atrapalhariam as outras pessoas? Tá né! 

5. Cabelos cacheados nos deixam com cara de desarrumados. 
Hein?! É melhor ouvir isso a surdo! É cada coisa... E aí nós voltamos ao post da semana passada (se você não leu, clique aqui) e pensamos nos motivos de tanta gente querendo alisar os cabelos ao longo dos tempos. 

É claro que já ouvi mais coisas por aí, mas essas são as mais marcantes. Se você tem algum outro mito ou quer fazer alguma crítica, sugestão, comenta aí embaixo. Sei que estão lendo e gostaria de saber o que estão pensando. 

Só um último comentário. Em uma produtiva conversa com minha amiga cacheada Jane, ela me fez ver que o título que dei para a novela capilar está errado, pois, como ela disse, não preciso de modelos para ser mais eu. Sendo assim, ao invés de "Deixei de ser lisa, agora sou Beyoncé", o título será "Deixei de ser lisa, agora sou livre!" 

Bjos e até quarta que vem! 

Tati 

terça-feira, 15 de outubro de 2013

Notinha de Beleza - Disfarçando o "bronze escritório" das pernas

Olá, meninas! Passando rapidinho para mais uma notinha. Sabe aquela base que a gente compra na tonalidade errada ou não gostou da cobertura e não sabe o que fazer com ela? Que tal usá-la nas pernas? 

fonte: oceucho.com.br
Não, eu não surtei. Nessa época do ano, que começa a fazer um calorzinho, já logo queremos colocar as pernocas de fora, mas aí, percebemos que está rolando aquele tom meio branco escritório e bate uma vergonha. Os seus problemas acabaram! Pegue aquela base, um pouquinho de creme hidratante, misture ao seu gosto e passe nas pernas. Elas vão parecer mais bronzeadas! Simples e fácil! E você? Tem algum truquezinho? Conte para gente!


Por hoje é só, moçada!

Bjos

Tati

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Beleza latina: Yadhira Carrillo

Roseane Mendes


Oi, meninas! Conhecem a atriz mexicana Yadhira Carrillo? Essa mexicana nasceu em Aguascalientes no México. Hoje tem 41 anos de idade e uma beleza tipicamente latina. Essa taurina (cabeça dura!) desde muito cedo sabia que profissão seguir. Em 1994 foi eleita "Nuestra Belleza de Aguascalientes", uma espécie de Miss Aguascalientes, cumpriu seu um ano de reinado e partiu para estudar artes dramáticas. Sempre deixou muito claro seu desejo de ser reconhecida como atriz e não como mais um rosto bonito. 


Sua primeira telenovela foi Te sigo amando, novela esta transmitida pelo SBT com o nome de Sigo te amando. Ela representou Teresa um personagem secundário, mas bastante expressivo. Depois interpretou Josefina em Maria Isabel, novela também transmitida pelo SBT. 



Depois fez várias participações em Mujer, Casos de la Vida Real, foi a vilã no especial Más allá de La usurpadora este último foi aqueles dois capítulos extras depois do final da Usurpadora (mais uma vez transmitido pelo SBT). 



Foi a vilã em El precio de tu amor. Em A outra, (transmitida em qual emissora brasileira mesmo? Ah! SBT), foi a protagonista e antagonista já que interpretou o papel de duas mulheres idênticas fisicamente mas de caráter totalmente diferentes. Humm, acho que já vi isso antes!? rsrsrs. 


Yadhira tem um extenso currículo de novelas de sucesso dentro e fora do México entre elas estão: El secreto, Amarte es mi pecado (a protagonista foi Maité Perroni), Barrera de amor e Palabra de mujer. Atualmente é possível vê-la no ar interpretando a Elena em Rubi e Maria José em O privilégio de amar, ambas novelas transmitidas nas tardes do SBT.



Escolhi falar de Yadhira porque acho uma mulher muito bonita, porém uma beleza diferente dos padrões convencionais. Ela não é tãããão magérrima, mas é extremamente elegante e sofisticada. Um tipo de beleza diferente da beleza que vemos nas capas de revistas brasileiras. Tem claramente alguns truques para ressaltar traços que teoricamente não são os mais valorizados no universo da fotografia e do vídeo. Ela é a prova de que beleza é impar, que cada mulher possui a sua e não tem que ser padronizada.

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Vamos maquiar? Inspiração Anahí

Roseane Mendes


Oi, meninas! É sexta feira, dia de tutorial de maquiagem. Essa semana a inspiração é a "hermosa cantante Anahí". Durante muito tempo a maquiagem favorita dessa mexicana era o esfumado marrom, mas em 2013 ela decidiu usar uma make mais leve. Para ela, foi ótimo porque valorizou ainda mais aqueles lindos olhos azuis. A foto de apresentação do post mostra a inspiração, lóóóóógico que não passei nem perto no quesito beleza. Mas, o que vale é a intenção kkkkk. Vamos maquiar?

Vídeo





Neste tutorial eu estreei alguns produtos novos: o BB cream da Áragon , a base Pro longwear da M. A. C  e o corretivo Pro Longwear da M.A.C. O dia em que foi feito este tutorial estava um verdadeiro caldeirão. marcavam 36º. Preparei a pele com os produtos já citados e finalizei esta preparação com o pó compacto da Duda Molinos.







Com um pincel tradicional de sombras, apliquei em toda a minha pálpebra móvel uma sombra cobre da paleta Sephora. Em seguida aplico na raiz dos cílios superior e na linha do côncavo um sombra marrom médio, também da paleta Sephora.








Sempre que quiser um acabamento natural, esfume as bordas da sombra. Depois que fiz isso delineei todo o contorno dos olhos com o lápis super preto da Contém 1g. Feito o delineado, esfumei com sombra preta. 








Depois de esfumar todo o contorno dos olhos, é hora de iluminar o canto interno dos olhos. Próximo as sobrancelhas.










Dei aquela ajeitada final nas sobrancelhas e muita máscara de cílios para valorizar  o olhar.











Resultado Final.

Apliquei um blush rosado e usei um gloss também rosado


Produtos usados

Pele

1. BB Cream Árago - bege
2. Base Pro Longwear M.A.C - NC 40
3. Base Pro Longwear M.A.C - NC 35
4. Pó compacto Duda Molinos - Bege 3

Olhos
5- Paleta Sephora - Cobre, marrom médio
6. Lápis Super Preto Contém 1g
7. Paleta Naked 2 - Snow, black
8. Máscara para cílios Colossal Maybelline- Preto

Rosto

9. Paleta Quem disse Berenice? Coralix

Boca
10. Batom Matte Contém 1g - Natural
10. Gloss Avon - Rosa

Até o próximo post.

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Meu cabelo é ruim?

Quarta-feira, dia de "causo"! Este é o segundo post da minha saga capilar e o assunto é o tal conceito do cabelo bom X cabelo ruim. "Vamo que vamo" porque a coisa é quente! Se preparem, pois o post vai ser grande. 

Como grande parte das brasileiras de cabelos crespos e cacheados, cresci com a ideia de que meu cabelo era ruim e eu tinha que alisá-lo. Desde criança, eu chorava porque não tinha cabelo grande, porque ele não balançava igual ao das Paquitas. Era um verdadeiro sofrimento. Minha mãe e minha avó faziam vários penteados bonitinhos em mim, mas eu não ficava contente, queria mesmo era o cabelo lisão. Nem comento as coisas que fazia para fingir que tinha o tal cabelão. 

Um pouco mais crescidinha comecei a passar vários produtos [a.k.a. alisantes. Wella, já te dei grana, viu!] e nada do cabelinho ficar igual ao das meninas da televisão. A grande pergunta era: por quê? E a resposta é simples. Porque meu cabelo era diferente e precisava de outros cuidados para ficar bonito. Só que descobri isso beem mais tarde. Enfim, para mim, o cabelo era ruim e pronto. Quantas crianças não passaram e passam pela mesma situação? Quantas meninas já não ouviram de colegas, vizinhos e até familiares que seus cabelos eram ruins? E as comparações? "Fulana tem o cabelo bom, o seu é ruim." Eu ouvia isso. 

Mas o que é esse tal de cabelo ruim? No documentário Good Hair, o Chris Rock [ele mesmo de Todo Mundo Odeio o Chris] pergunta a várias negras americanas o que elas chamam de cabelo bom. As respostas foram do tipo "um balanço com balanço, liso", "um cabelo que não precisa alisar". Resumindo, um cabelo mais parecido com o cabelo dos brancos.  Então, ele pergunta à Raven [aquela de "As Visões de Raven] o porquê das mulheres não assumirem os cabelos crespos e viverem reféns de alisamento e outras técnicas para modificar o cabelo e a resposta foi: "Para nos misturarmos, para não incomodarmos as pessoas." Não sei vocês, mas eu fiquei triste ao ouvir as respostas. O documentário trata da realidade americana, mas creio que também possa ser aplicado à nossa. Talvez, por causa da grande mistura, temos uma variedade maior de tipos de cabelo, mas infelizmente, o mesmo conceito de cabelo bom X cabelo ruim. Se tiverem um tempo vejam o documentário inteiro nesse link, vale a pena. 

Fico me perguntando, de onde saiu essa ideia de que cabelo crespo é ruim? Bom, saí fazendo umas pesquisas para chegar a uma conclusão. Primeiro, se procurarmos por qualquer definição de cabelo, como essa definição dada pelo Delta Larousse: "Cabelo constitui uma das bases tradicionais para a classificação das raças humanas, devido ao seu crescimento, sua forma e sua aparência.", percebemos que o conceito biológico está sempre ligado à interpretação cultural. Então quando julgamos um cabelo como ruim é quase como se estivéssemos avaliando um determinado tipo de pessoa como ruim. Um exemplo desse tipo de avaliação, foi a escravidão dos negros no Brasil, na qual a cultura e os valores dos negros foram desprezados pelos colonizadores. Para vocês terem uma ideia, homens e mulheres só começaram a alisar os cabelos, na década de 40, por acreditarem que assim seria mais fácil o ingresso no mercado de trabalho, ou seja, queriam se misturar. 

Confesso que travei essa luta com meu cabelo, por anos, porque também queria me misturar, também queria fazer parte. Por esse motivo, não critico ninguém que queira ter os cabelos lisos, afinal, são bonitos mesmo e a pessoa tem que ter esse direito de escolher usar os cabelos como quiser. E é por poder fazer essa escolha que resolvi contar tudo isso, já que os cabelos cacheados ou crespos, que também são bonitos, têm sido vistos, ao longo dos anos, como algo feio e marginalizado. Eles também podem ser uma opção. Também são lindos e fáceis de cuidar, mas acho que isso é assunto para outro post. 

Por hoje é isso, galera. Quarta-feira que vem, teremos mais um capítulo da novela "Deixei de ser lisa, hoje sou Beyoncé!"

Beijos

Tati

P.S. Abaixo, o trailler do Good Hair.



Fontes: Dicionário Delta Larousse
            MALACHIAS, Rosângela. Cabelo bom. Cabelo ruim. Coleção Percepções da diferença negros e               brancos na escola. Mistério da Educação, 2005.


terça-feira, 8 de outubro de 2013

Base Studio Fix M.A.C

Roseane Mendes

Olá, meninas! Desta vez vou falar da minha experiência com a Studio Fix da M.A.C. De todas as bases usadas até hoje, está foi a que mais me agradou. Como já disse umas n vezes (EXAGERADA), tenho pele oleosa. Quem tem pele oleosa sabe o desafio que é fazer uma maquiagem durar. Essa base tem acabamento mate equilibrado, não é aquele acabamento tipo "gesso". O contra na minha opinião é que a cobertura dela é alta. Na verdade ela é de cobertura média, mas a vendedora disse que passando bem pouquinho ela fica com cobertura leve. Mas, ela tem cobertura média quando passa pouco e cobertura alta quando passa um pouco mais. Por que eu disse que isso é um contra? Porque no dia a dia eu prefiro uma cobertura bem leve. Até pouco tempo estava orfã de base para este fim.



O acabamento é ótimo, o tutorial de maquiagem inspirado na Barbie foi feito com a Studio Fix. A foto da maquiagem eu publiquei na minha página pessoal no Facebook. Em um dos comentários um rapaz disse que eu "era linda mesmo sem photoshop". Detalhe: eu não trato minhas fotos, todos os truques são de maquiagem mesmo, mais nada. Mas, observando bem a foto a pele está muito perfeita. Conclusão: é uma base muito boa para fotos. Portanto, vai aquela festa de formatura... casamento... enfim, festas que você vai ser fotografada para entrar no albúm de família. Pode apostar na Studio Fix. 

O preço não é barato eu confesso, mas também não é tão caro assim. Vale a pena investir! A ideia é que ao invés de ter um número alto de maquiagens é melhor investir em poucos produtos de qualidade. Produtos de qualidade fazem muito diferença no resultado final da maquiagem. Acreditem. 

E vocês já conheciam essa base? Quais são as suas opiniões?

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Pronto falei! Amor à vida?

Roseane Mendes

Oi, meninas! Eu havia programado para esta segunda-feira uma resenha da base Studio Fix, mas vou deixar para depois. Há algum tempo que estou engasgada com os esteriótipos construídos pelas novelas da Globo, mas acho que essa novela chamada Amor à vida (Amor? a quê?) tem passado do limite do tolerável.  Quero falar sobre o personagem da Fabiana Carla, a Perséfone. 


Perséfone no início cumpria o esteriótipo da gordinha com dificuldades para arrumar namorado. Affff! Até quando vamos alimentar esta droga. Desesperada para perder a virgindade se metia nas mais variadas roubadas e protagonizava as mais humilhantes situações. Meninas, até quando vamos ser coniventes com estas amarras que nos são postas todos os dias? Primeira amarra: Virgindade. Durante anos lutamos pela nossa liberdade sexual. Primeiro, nosso caráter era medido pela presença de um hímen. Hímen presente, sinal de bom caráter. Lutamos muito para romper com isso. E agora o nosso sucesso pessoal é medido pela ausência desse maldito hímen? 

Não deveríamos ser livres sexualmente? Isso significa ser única e exclusivamente uma escolha pessoal de quando e como vamos iniciar a nossa vida sexual. Deixamos de ser vítimas da ausência de um simples hímen, para sermos vítimas da presença. Até quando a sociedade vai nos ditar algo que deveria ser inteiramente pessoal? Vemos em Amor à vida a pobre da Perséfone sendo motivo de piada dos seus ditos "amigos", e parece que é natural que é assim mesmo. Não é, ou pelo menos não deveria ser.



Mas o fim da picada mesmo é a série de humilhações vivida pelo personagem devido ao fato de ser gordinha. Enfim, o personagem conquista um homem lindo e desejado que namorava mulheres padrão "capa de revista". E todo o momento fica implícito que ele é uma homem generoso e fora do comum. Sabe por que? Porque ele escolheu namorar uma gordinha. Quanta generosidade, não?! Vejam que homem bom, ele escolheu uma gordinha virgem! Que coisa! 

Ah!!! Mas, legal mesmo são os "amigos" da Perséfone. Como eles a valorizam e a estimulam (só que não)! Nem vem o autor dizer que tudo isso é posto na novela como crítica, porque não é não. Em nenhum momento vemos esta crítica. Em uma nação onde o povo carece de educação (falo do sentido escolástico) e que é estimulado a não pensar, personagens assim causam danos e estimulam preconceitos. O ridículo pode ser engraçado sim, sei que muitos dão risadas com as situações vividas pela personagem. Essa estratégia já foi usada pelo teatro do absurdo. Mas, sabemos que as novelas globais diferentemente do teatro do absurdo não levam ninguém a pensar. Muito pelo contrário, mostra essas situações como se fossem verdades corriqueiras e inquestionáveis. Pior, mostra como se fosse uma exemplos a ser seguido. Amor à vida? É essa a concepção de amor? 

domingo, 6 de outubro de 2013

Notinha de beleza - Esmalte perfumado

Olá, moçada! Estou passando rapidinho, só para contar a minha recém-descoberta. Vocês sabiam que existem esmaltes perfumados? Claro que sim, afinal, vocês são super antenadas, mas como sou desatualizada, não sabia. Até que fui fazer as unhas e minha mãenicure [mãe e manicure, de mão cheia, diga-se de passagem] passou em mim um esmalte com super cheiro de brigadeiro. Ainda me apresentou um com cheio de Amarula, outro de Chocolate ao Leite. 
Pesquisando, descobri que fazem parte da Coleção Chocolate lançada pela Fina Flor em maio, gente [até agora me pergunto como não sabia]. Além desses três tem o de Mousse de Chocolate. 
fonte: belabelleza.com.br
O cheiro é um pouco enjoativo no começo, mas fica bem suave depois. E o cheiro dura. Fiz as unhas na segunda-feira e até hoje tem um cheirinho. Só uma dica: nada de roer as unhas pensando que é chocolate, hein?!



Por hoje é isso, pessoal!

Bjos

Tati

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Vamos maquiar? Maquiagem básica

Roseane Mendes

Oi, meninas! É sexta feira e aqui estou eu novamente sugerindo makes e aprendendo mais cada vez que faço um tutorial. A maquiagem dessa vez será bem básica em tons de marrom.  Isso é bem do meu jeito!








Vídeo:



A pele foi preparada com o bom e velho BB Cream da Dermage. A base usada foi da Bourjois, Comme Dix heures après sommeil, essa base é bem fininha e fluida de cobertura leve. O pó... Adivinhem? Claro, Duda Molinos. Como base para a sombra eu usei o lápis marrom da Quem disse Berenice? Apliquei o lápis em parte da pálpebra móvel, em seguida esfumei este lápis.






Depois de esfumar o lápis aplicado, uso a sombra dessert da Duda Molinos em toda minha pálpebra móvel inclusive em cima do lápis. Para marcar e dar profundidade ao meu côncavo usei a sombra caxemira também da Duda Molinos. No centro dos olhos apliquei uma sombra cobre no centro da pálpebra para iluminar.






Com uma sombra marrom escuro fiz o contorno dos olhos nos cílios inferiores e superiores. Apliquei uma linha bem fina de lápis preto na raiz do cílios superiores e esfumei em seguida. Na linha d'água passei um lápis nude. No canto interno dos olhos apliquei uma sombra perolada para iluminar.






Apliquei um rímel, que não é a prova d'água porque no dia a dia não uso rímel a prova d'água porque demora horrores para ser removido. E eu fico com preguiça! Depois finalizei a sombra esfumando as bordas para dar um acabamento natural. Fiz as devidas correções nas sobrancelhas com um lápis próprio. E o blush foi um rosa quente da paleta sephora.





Resultado final
Produtos usados.

Pele
1. BB Cream Dermage - Bege
2. Base Bourjois Comme dix heures après du sommeil - abricot nº 75
3. Pó Compacto Duda Molinos - Bege 3

Olhos
4. Lápis Quem disse Berenice? - marronlito
5. Sombra Duda Molinos - Dessert
6. Sombra Duda Molinos - Caxemira
7. Paleta Sephora - Marrom escuro
8. Paleta Naked 2 - Half Baked
9. Máscara de Cílios Super Shock Avon - Preto
10. Lápis Super preto Contém 1g

Rosto
11. Blush paleta Sephora - rosa (quente)
12. Batom Matte Contém 1g - Vine