sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Sofá e pipoca: Camille Claudel

Por Rose


Elenco: Isabelle Adjani, Gérard Depardieu, Laurent Grevill, Alain Cuny, Madeleine Robinson, Philippe Clevenot, Katrine Boorman, Danielle Lebrun
Roteiro: Bruno Nuytten e Marilyn Goldin
Fotografia: Pierre Lhomme
Trilha Sonora: Gabriel Yared
Duração: 173 min.
Ano: 1988
País: França
Gênero: Drama
Cor: Colorido

 
 
 
 
 
 
Oi, meninas! O Sofá e pipoca dessa semana será o filme "Camille Claudel". Me interessei pelo filme porque adoro a escultora Camille Claudel. Eu er apenas uma adolescente que não entendia absolutamente nada sobre artes, e tão pouco me interessava pelo assunto. Até que um dia tive a oportunidade de ir a uma exposição da artista em um dos museus de BH. Quando vi a escultura "La suplicante" consegui sentir todo o sentimento da artista sem qualquer esforço e de uma forma tão natural que talvez só um olhar adolescente conseguiria. Depois disso toda vez que penso em arte, a primeira imagem que me vem a cabeça é dessa escultura. Mas, vamos ao filme.
 
O filme mostra a jovem Camille apartir do an de 1885, em Paris. Claudel entra em conflito com sua família burguesa ao tornar-se aprendiz do famoso escultor Auguste Rodin. Logo, ela se apaixona perdidamente por seu mentor, que já era casado, tornando-se sua amante. A sociedade parisiense da época não aceita o comportamento da jovem.
 
Camille vive esse romance cheio de percaussos durante 15 anos, até que depois de muitas dores este chega ao fim. Se senntindo rejeitada, Camille mergulha na depressão e na loucra. Então, o escritor Paul Claudel; seu irmão mais novo a interna num manicômio.
 
Vocês devem estar se perguntando, mas o filme não mostra a suas obras? E vida de Camille como artista? Sim, o filme mostra a artista. Mas, não há separação entre o romance de Camille e Rodin e suas obras. Isso porque tudo que a artista produziu foi inspirado diretamente em seu romance. É um filme, no qual a sensibilidade feminina é latente. Mostra as consequências de se colocar a sensibilidade, a arte e o coração em primeiro lugar.
Bjim, até o próximo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fale conosco