segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Barulhinho Bom: Adele (CD 21)

Por Rose


Oi, meninas!!! O Barulhinho dessa semana é com uma cantora que está "bombando" atualmente. E com toda a razão que vem fazendo tanto sucesso. Adele é uma cantora e compositora britânica que alguns ousam dizer que é a nova Amy Winehouse. Talvez digam isso devido sua forma de compor autobiográfica e a passionalidade presente em muitas de (senão todas) suas composições. Mas, espero que e semelhança pare só no talento. Adele ganhou diversos prêmios ,entre eles o Grammy de Artista Revelação.

O álbum 21 é o segundo de estúdio da cantora. Seu lançamento foi em janeiro de 2011, o título deste álbum é na verdade a idade da cantora no momento de sua produção. As influências deste álbum são: o Folk, Motown e o Blues. Todas as composições são da própria cantora e foram feitas durante a separação de Adele de seu namorado de nome desconhecido.




Aos 20 anos, Adele começa um relacionamento com um homem 10 anos mais velho. Passado alguns meses, ela cancelou uma série de shows alegando precisar de mais tempo com o namorado e a família. Adele dizia que seu relacionamento era agora sua prioridade, e que sua "alma gêmea" por ser mais velho e mais sofisticado que seus namorados anteriores havia lhe ensinado muito e a transformado como pessoa. Porém, em pouco mais de um ano o relacionamento chega ao fim de maneira repentina para a cantora. O fim dessa relação leva a cantora a depressão e o alcolismo. É neste momento que ela começa a compor 21, utilizando dessas composições como alento. Suas composições explora temas como a raiva, a vingança, o coração partido, a auto-análise e enfim o perdão. Ou seja, todos aqueles turbilhões de sentimentos que todo mortal passa no fim de uma relação. A diferença é que ela impulsionou a carreira com o fato.

A minha canção favorita é "Don't you remember", embora o carro chefe do álbum seja "Rolling in the Deep". Leiam só um pouco da letra e tire suas conclusões:
"I know I have a fickle heart and bitterness,/ And a wandering eye, and a heaviness in my head, / But don't you remember? / Don't you remember? / The reason you loved me before, / Baby, please remember me once more,(...)"
"Eu sei que tenho um coração inconstante e amargurado, / E o olhar errante, e um peso na minha cabeça, / Mas você não se lembra? / Não se lembra? / A razão que me amou antes, / Amor, por favor lembre de mim mais uma vez.(...)"
 "When was the last time you thought of me? / Or have you completely erased me from your memory? / I often think about where I went wrong, / The more I do, the less I know,(...) "
"Quando foi a última vez que você pensou em mim? / Ou você me apagou completamente da sua memória? / Muitas vezes penso sobre onde eu errei, / Quanto mais eu penso, menos eu sei.(...)"

Sim, é de emocionar e não são poucas as vezes em que a cantora conteve o choro durante suas apresentações. E nós quando a ouvimos também ficamos com um nó na garganta.

Quer saber mais? Clique aqui e veja o video abaixo.



Beijos, até o próximo post.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fale conosco